General Shopping (gshp3) em litígio com credores

Mais um round na turbulência a qual enfrenta a General Shopping. Após o anúncio surpresa de dividendos muito superiores ao próprio valor de mercado da empresa, suas cotações tem oscilado muito. Após as altas iniciais, o mercado passou a especular que, os credores, tomariam providências jurídicas para suspender tal distribuição.

No final do dia de hoje, a companhia emitiu comunicado atestando a desconfiança do mercado. Agora a General Shopping deverá se defender da tentativa de suspensão das decisões tomadas nas referidas assembleias.

Conseguirá a empresa pagar os polpudos dividendos?

Leia a íntegra do comunicado:

GENERAL SHOPPING E OUTLETS DO BRASIL S.A., companhia aberta com sede na Avenida Angélica, nº 2.466, 24° andar, conjunto 241, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo (“Companhia” ou “General Shopping”), vem, em cumprimento às disposições da Instrução CVM nº. 358/02, informar que foi citada nos autos de um pedido de tutela cautelar em caráter antecedente ajuizado pelos investidores estrangeiros Moneda Deuda Latinoamericana Fondo de Inversión e Moneda Latin American Corporate Debt e Inversiones Odisea, alegando a titularidade de títulos de dívida emitidos por subsidiárias da Companhia no exterior em 2010, 2012 e 2016, no qual requerem, liminarmente, dentre outros, a suspensão dos efeitos das deliberações tomadas na reunião do Conselho de Administração da Companhia iniciada em 21 de dezembro de 2018 e concluída em 26 de dezembro de 2018 (“RCA”), pela qual foi aprovada a alocação de parte dos ativos da Companhia para o Fundo de Investimento Imobiliário Top Center e a distribuição de dividendos pela Companhia, conforme os Fatos Relevantes divulgados pela Companhia em 26 e 28 de dezembro de 2018. O Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da 2ª Vara Empresarial de São Paulo concedeu à Companhia prazo para manifestação, não tendo sido, portanto, prolatada decisão sobre a tutela requerida. A General Shopping ressalta que adotará imediatamente todas as medidas judiciais cabíveis para resguardar os seus interesses e de seus acionistas. Por fim, a Companhia reitera seu compromisso de manter os acionistas e o mercado em geral informados acerca do andamento deste e de qualquer outro assunto de interesse do mercado.

Tags: ,

Posts Relacionados

Anterior Próximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 compartilhamento